Acidente no trabalho em altura

O acidente no trabalho em altura é um assunto que preocupa todos que estão envolvidos com a segurança do trabalho.

De acordo com as estatísticas os acidentes ocorrem em grande escala e sabemos que medidas de segurança precisam ser adotadas para reverter esse quadro.

Mas o que fazer?

A NR 35 foi desenvolvida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), regulamentando o trabalho em altura e através dessa norma estabelece diretrizes que quando implementadas vão garantir condições de segurança para o trabalhador desenvolver suas atividades.

Sempre que há um acidente é realizada uma investigação percebe-se como o planejamento de uma atividade pode ser a diferença entre o trabalho seguro e o acidente.

A conscientização de atitudes de segurança podem fazer toda diferença na vida do trabalhador. Há decisão de utilizar ou não o EPI, ancorar ou não o cinto, trabalhar com segurança é sua!

Segurança do Trabalho

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) introduziu em 2015 na NR 35 o anexo II, que trata exatamente da ancoragem e deixou bem claro a necessidade de um profissional habilitado para definir essa condição.

É um ponto muito importante para ser considerado pelos empregadores, pois de nada vai adiantar oferecer EPI’s e treinamentos aos trabalhadores se eles não têm onde ancorar seu equipamento e acabam sujeitos a trabalharem como dá.

E essa mudança é inevitável e urgente! É preciso cercar essas condições inseguras com planejamento e adequações de melhores condições de trabalho para seus colaboradores.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), quedas de trabalhadores em altura corresponde a 40% dos acidentes de trabalhos no Brasil.

Por mais que pareça difícil, a conscientização pelo trabalhador e a necessidade do trabalho seguro em altura é atualmente um dos maiores desafios para empregados e empregadores.

E sem mudança nesse quadro a tendência é que esse número aumente cada vez mais.

Os treinamentos têm como objetivo conscientizar os colaboradores sobre os riscos e medidas de controle. Por isso, é muito importante nessa etapa entender como realizar as atividades, usar corretamente o cinto e seus acessórios, eliminar fatores de queda e procurar trabalhar sem acidentes.

Para evitar que os acidentes ocorram em grande escala medidas de segurança devem ser adotadas constantemente para mudar esse quadro.

Você costuma usar todos os equipamentos de segurança necessários para executar seu trabalho?

About Author:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *